Como a religião pode ajudar no tratamento das drogas?


Como a religião pode ajudar no tratamento das drogas?

Diversos estudos conduzidos no Brasil e no exterior vêm demonstrando que a religião é fator chave para o tratamento da dependência química.

Um em particular, conduzido por Zila Van Meer Sanchez, em sua tese de doutorado na Unifesp, deixa isso bastante claro e demonstra o papel fundamental que a fé e a igreja como instituição têm na recuperação de dependentes.

O abandono do tratamento convencional, obviamente, não é recomendado. Mas, quando ciência e religião se unem, o resultado na vida dos dependentes pode ser extraordinário. O próprio Instituto Abraão é uma prova disso

Mas como a religião efetivamente ajuda no tratamento contra as drogas? Como a fé e a religiosidade podem transformar e recuperar vidas?

As formas como isso acontece são muitas, mas a maioria dos autores sugere que as principais são a diminuição da ansiedade, o aumento do otimismo, a percepção do suporte social e o aumento da resiliência.  Abaixo, você confere cada um desses pontos de forma detalhada. Acompanhe!

Diminuição dos níveis de ansiedade

A ansiedade está presente na vida de todo dependente químico e se torna um sentimento ainda mais intenso quando ele decide se livrar da droga e recuperar a sua vida. Nas clínicas, ela é tratada com medicamentos e terapia, mas a religião também pode ajudar muito.

 

A fé, a oração e a crença em Deus ajudam a acalmar a alma do dependente e lhe dão suporte para enfrentar os momentos em que este sentimento se torna insuportável. O apoio dos membros da igreja também ajuda muito neste sentido.

Assim, com menos ansiedade, o usuário consegue lidar melhor com a abstinência, o que diminui as chances de recaída e aumenta as possibilidades de recuperação. O Instituto Abraão sabe disso e alia estes dois meios para proporcionar o melhor tratamento possível aos seus pacientes.

Aumento do otimismo

O desânimo e a descrença em um futuro melhor pós-vício são os maiores problemas enfrentados pelas clínicas na recuperação de dependentes químicos. Mas com o complemento da religião este quadro pode ser mudado.

Isso porque a crença de que Deus está presente e prestando todo o suporte de que o dependente precisa para vencer o vício dá a ele a perspectiva de um futuro melhor. Essa ideia de apoio o deixa mais otimista em relação à sua situação, o que, consequentemente, lhe dá força e vitalidade para continuar lutando.

Por isso no Instituto Abraão sempre temos a fé como parceira e meio de tratamento dos nossos pacientes.

Percepção do suporte social

O suporte social é fundamental para a recuperação do dependente químico, mas nem sempre fácil de ser oferecido por uma clínica, pois, em alguns casos, até mesmo a família abandona o paciente à mercê dos cuidadores.

A religião, por sua vez, faz questão de proporcionar todo o apoio de que o usuário precisa para se recuperar. Seja em grupos de oração e de conversa, em cultos ou visitas, o apoio é algo sempre presente entre os grupos religiosos.

Assim, a religião se mostra como uma importante arma no combate à dependência química e pode ser a chave para um tratamento mais eficiente e um prognóstico com menores chances de recaída.

Aqui no Instituto Abraão, nós acreditamos nisso e temos a religião sempre presente. Em conjunto com o tratamento tradicional, usamos a fé como arma para ajudar centenas de pessoas a recuperarem tudo o que perderam para as drogas.

Se ficou interessado e quiser conhecer mais sobre, você pode acessar o nosso site ou entrar em contato conosco. Teremos muito prazer em atendê-lo!

Blog

Como funciona um programa especializado na recuperação da dependência química

Como funciona um programa especializado na recuperação da dependência química

A dependência química é um problema grave de saúde, e afeta não só o dependente químico, mas também seus familiares

O que é abstinência alcoólica e qual o tratamento?

O que é abstinência alcoólica e qual o tratamento?

Também conhecida por síndrome da abstinência alcoólica (SAA), é composta por diferentes sintomas que se apresentam em pacientes que são dependen

Como conviver com drogado e procurar ajuda

Como conviver com drogado e procurar ajuda

A maioria das pessoas que são usuárias de drogas não reconhecem que precisam de ajuda e que não conseguem se controlar

Quando uma pessoa pode ser considerada alcoólatra

Quando uma pessoa pode ser considerada alcoólatra

As bebidas alcoólicas estão presentes diariamente na vida do brasileiro, seja por questão cultural ou social.