Idoso alcoolismo na terceira idade como tratar


Idoso alcoolismo na terceira idade como tratar

Segundo a Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (Abead), o alcoolismo na terceira idade é um problema comum, mas que infelizmente não recebe a devida atenção.

É comum que o indivíduo - o homem na maior parte das vezes - já apresentasse sinais de alcoolismo quando jovem ou adulto. Em outros casos, o problema surge apenas nesta etapa da vida.

De qualquer forma, é importante entender por que isso acontece e como os filhos e familiares podem ajudar esse idoso a tratar o vício, colaborando para dar outro rumo para este momento em que ele deveria estar mais relaxado. Continue lendo!

 

O alcoolismo depois dos 60

A dependência química do álcool é definida como uma necessidade incontrolável de beber. A ingestão de uma grande quantidade dessa substância faz com que o corpo gradualmente se mostre tolerante a ela, fazendo com que o indivíduo beba cada vez mais.

Considerado uma doença, o alcoolismo geralmente é desencadeado por problemas emocionais. No caso dos idosos, esta etapa da vida tem vários desafios: os filhos já não estão mais em casa, o corpo já não possui a mesma vitalidade de antes, a solidão pode ser uma constante e a morte de amigos e conhecidos faz com que aumente o sentimento de isolamento.

A bebida é utilizada então para tentar aliviar as dores emocionais. O boteco também passa a ser um lugar atrativo, onde o idoso pode socializar e beber ao mesmo tempo.

 

Impacto na saúde

Não é novidade que o álcool traz vários danos para a saúde, sendo um fator de risco para doenças cardiovasculares e hepáticas e diminuindo o estado de alerta, sendo um facilitador de acidentes. Mas, na velhice, as consequências são ainda piores. Estão entre elas:

  • agravamento de doenças pré-existentes
  • interação medicamentosa
  • desidratação
  • distúrbios de humor
  • osteoporose
  • problemas de memória
  • problemas de coordenação motora
  • quedas
  • e muitas outras.

 

Além disso, o emocional fica mais abalado ainda, já que o álcool tem um efeito anestésico momentâneo. Episódios de depressão e ansiedade são comuns.

 

Tratamentos disponíveis

A boa notícia é que não é tarde para buscar ajuda e voltar a ter qualidade de vida. É importante o acompanhamento de psicólogos e terapeutas que ajudem o idoso a pensar sobre a sua situação e o porquê de ter recorrido a este vício. Em um segundo momento, estes profissionais também pensarão juntos formas saudáveis de lidar com os problemas.

O idoso também deve contar com uma rotina diária, sentindo-se estimulado a acordar e realizar suas atividades, sentindo-se útil novamente. Há vários espaços e programas voltados para este perfil de público, tanto envolvendo atividades físicas como também de sociabilidade.

Mas essa transformação acontece de forma mais eficaz quando o indivíduo consegue ficar sem beber nenhuma gota de álcool. Sabendo-se da facilidade de acesso a bebidas alcoólicas, o mais recomendado é a internação em uma clínica de recuperação em um primeiro momento para desintoxicação.

 

O Instituto Abraão possui uma unidade para recuperação de senhores na cidade de Caçapava. Visite o nosso site e conheça este trabalho com ótimos resultados!

Blog

O que é o tratamento para alcoólatras e como internar

O que é o tratamento para alcoólatras e como internar

Consumir álcool em excesso é um problema que afeta pessoas de várias idades, gênero e diferentes classes sociais.

Entenda como funciona a internação para alcoólatras

Entenda como funciona a internação para alcoólatras

Cada vez mais aumentam as buscas por clínicas para alcoólatras, o que mostra que a dependência química é uma realidade bem preocupante.

Como funciona um programa especializado na recuperação da dependência química

Como funciona um programa especializado na recuperação da dependência química

A dependência química é um problema grave de saúde, e afeta não só o dependente químico, mas também seus familiares

O que é abstinência alcoólica e qual o tratamento?

O que é abstinência alcoólica e qual o tratamento?

Também conhecida por síndrome da abstinência alcoólica (SAA), é composta por diferentes sintomas que se apresentam em pacientes que são dependen